leitura

O sorriso do irlandês

Doris Dias

Ouvi dizer que O Irlandês, de Martin Scorcese, tinha recebido críticas excelentes.  Alguns dos mais importantes jornais do mundo disseram que era o melhor filme do ano e a melhor produção do século, ou coisa parecida. Eu também achei bom, muito bom, na verdade, mas é bem possível que tenha perdido alguns detalhes enquanto deixava que três ou quatro ideias atravessassem meu pensamento durante a longa exibição.

Pensei no Brenno Quadros, meu colega e fundador dessa...

onde e quando

LER, o Festival do Leitor

Realizada de 20 a 24 de novembro de 2019, com foco na diversidade para buscar um espaço próprio no coração do público, a 3a. edição do evento trouxe duas ótimas novidades: trocou o título de Salão Carioca do Livro para Festival do Leitor, que expressa melhor seu propósito de dinamizar a leitura e não apenas o livro, e expandiu sua realização para um espaço aberto, belo e abandonado, mas cheio de significado histórico.

Além de ocupar pela segunda vez  a...

marreta

Tocaia Grande, de Jorge Amado

(08/07/2019)


notas

O futuro do livro está nas mídias sociais?

Para todos aqueles que veem os jovens em seus smartphones como motivo para lamentar a morte da literatura, a Biblioteca Pública de Nova York (NYPL) tem uma novidade.

Era mais ou menos isso que dizia a chamada de uma campanha realizada em 2018 para divulgar um novo projeto da NYPL. Buscando levantar o interesse das pessoas pela leitura, a biblioteca voltou-se para o universo das redes sociais com uma ideia diferente.  E se usassem a ferramenta Stories do Instagram para...

vídeo

DIZ CCXP 2019 - autores

(21-12-2019)


alça de mira

Mortal Engines, o livro

A série de livros criada por Philip Reeve em 2001 devia ter ocupado esse espaço em 2018, quando começou a ser editada no Brasil. Voltamos a lembrar dela por ter sido citada no texto que está em leitura sobre o mais recente filme de Martin Scorcese, lançado na Netflix.  Ao que parece, um bom filme não é suficiente para o público da plataforma de streaming, é preciso entregar mais. Não é a concatenada e bem produzida construção de uma história, muito menos a sua...

Alça de mira anterior Cine Holliúdy, a série
na pilha

A Comédia Trágica ou a Tragédia Cômica de Mr. Punch

Neil Gaiman e Dave McKean (Conrad, 2010)

Neil Gaiman, o conceituado criador de Sandman, considera esta sua melhor obra em quadrinhos. Assim como Violent Cases, seu primeiro trabalho de peso no gênero (já lançado no Brasil pela HQM), esta é uma história semi biográfica. Outra semelhança entre as duas obras está no fato de ambas contarem com imagens criadas por Dave McKean, o mais usal parceiro de Gaiman nas HQs.

São de McKean, por exemplo, as capas de Sandman e o...

fale conosco

Entre em contato conosco. Queremos saber suas opiniões, sugestões e tudo mais que você quiser falar. O espaço é livre!

Assine nossa Newsletter
Fique por dentro das atualizações e novidades do Aventura de Ler.