leitura

O sorriso do irlandês

Doris Dias

Ouvi dizer que O Irlandês, de Martin Scorcese, tinha recebido críticas excelentes.  Alguns dos mais importantes jornais do mundo disseram que era o melhor filme do ano e a melhor produção do século, ou coisa parecida. Eu também achei bom, muito bom, na verdade, mas é bem possível que tenha perdido alguns detalhes enquanto deixava que três ou quatro ideias atravessassem meu pensamento durante a longa exibição.

Pensei no Brenno Quadros, meu colega e fundador dessa...

onde e quando

LER, o Festival do Leitor

Realizada de 20 a 24 de novembro de 2019, com foco na diversidade para buscar um espaço próprio no coração do público, a 3a. edição do evento trouxe duas ótimas novidades: trocou o título de Salão Carioca do Livro para Festival do Leitor, que expressa melhor seu propósito de dinamizar a leitura e não apenas o livro, e expandiu sua realização para um espaço aberto, belo e abandonado, mas cheio de significado histórico.

Além de ocupar pela segunda vez  a...

marreta

Tocaia Grande, de Jorge Amado

(08/07/2019)


notas

O futuro do livro está nas mídias sociais?

Para todos aqueles que veem os jovens em seus smartphones como motivo para lamentar a morte da literatura, a Biblioteca Pública de Nova York (NYPL) tem uma novidade.

Era mais ou menos isso que dizia a chamada de uma campanha realizada em 2018 para divulgar um novo projeto da NYPL. Buscando levantar o interesse das pessoas pela leitura, a biblioteca voltou-se para o universo das redes sociais com uma ideia diferente.  E se usassem a ferramenta Stories do Instagram para...

vídeo

DIZ CCXP 2019 - autores

(21-12-2019)


alça de mira

Mortal Engines, o livro

A série de livros criada por Philip Reeve em 2001 devia ter ocupado esse espaço em 2018, quando começou a ser editada no Brasil. Voltamos a lembrar dela por ter sido citada no texto que está em leitura sobre o mais recente filme de Martin Scorcese, lançado na Netflix.  Ao que parece, um bom filme não é suficiente para o público da plataforma de streaming, é preciso entregar mais. Não é a concatenada e bem produzida construção de uma história, muito menos a sua...

Alça de mira anterior Cine Holliúdy, a série
na pilha

Warriors – Os Selvagens da Noite

Direção de Walter Hill.

Quando Sol Yurick escreveu o livro Warriors em 1965, ele não imaginava que, em 1979, Walter Hill faria um filme que ganharia status de cult nos anos seguintes.

Num futuro não muito distante, Nova Iorque está tomada por gangues e cada uma tem seu território.  Cyrus, o líder da maior delas, decide promover um encontro para tentar unir todas contra a polícia abusiva. Durante seu discurso, ele é assassinado e um dos membros da gangue...

fale conosco

Entre em contato conosco. Queremos saber suas opiniões, sugestões e tudo mais que você quiser falar. O espaço é livre!

Assine nossa Newsletter
Fique por dentro das atualizações e novidades do Aventura de Ler.